cana-de-açúcar: aprenda como melhorar a produtividade

Cana-de-açúcar: aprenda como melhorar a produtividade

18 / nov / 2019 | Deixe seu comentário

A cana-de-açúcar foi introduzida no Brasil há quase 500 anos. Durante cerca de duas décadas, a produtividade da cana-de-açúcar foi o fator que, a partir do Nordeste, sustentou a economia da colônia até a descoberta de metais preciosos na região Sudeste.

De lá para cá, a cultura sempre se manteve em alta. Não é à toa que o Brasil seja o maior produtor de cana do mundo.

Mas os produtores ainda enfrentam alguns desafios na manutenção da lavoura que acabam por comprometer a qualidade do cultivo.

Em seguida, daremos dicas de como melhorar a produtividade da cana-de açúcar em sua propriedade.

Fique conosco!

Defina o tipo de plantio

No Brasil, há três práticas mais utilizadas:

  • plantio manual: manualmente, jogam-se as mudas de cana-de-açúcar nos sulcos de plantio já fragmentados. A colheita também é feita de forma manual.
  • plantio mecanizado: mecanicamente, realiza-se a abertura dos sulcos e a distribuição dos fragmentos de cana. A colheita é feita por uma colhedora mecanizada.
  • plantio com mudas pré-brotadas (MPB): a muda é originada de gemas individualizadas da cana.

Escolha o sistema de plantio

Embora o plantio da cana-de-açúcar possa ser feito ao longo de todo o ano, é necessário levar em conta os períodos do ano mais favoráveis ao desenvolvimento da cultura.

No caso da cana, as condições ideais estão relacionadas à alta incidência de raios solares, temperaturas elevadas e grande disponibilidade de água. Há três sistemas recomendados pelo calendário agrícola:

Cana de ano (12 meses)

Nesse modelo, a área destinada à produção de cana-de-açúcar está sempre ocupada. Assim que se faz a colheita, inicia-se o plantio da nova leva que será colhida no ano seguinte. É indicada que a plantação seja feita entre setembro e novembro.

Cana de ano e meio (18 meses)

O plantio é realizando entre janeiro e março. Nesse sistema, o solo precisa de descanso após a colheita, podendo ser adotadas culturas de rotação, como soja ou amendoim.

Cana de inverno

A cana é plantada entre junho e agosto. É recomendada a utilização da torta de filtro (resíduo extraído da filtração do caldo da cana) no sulco, pois a umidade desta substância (70%) facilita a brotação.

Faça a análise do solo

É importante realizar a avaliação da área a ser cultivada, considerando uma profundidade de 40 cm a 50 cm. O procedimento visa identificar as necessidades de nutrientes exigidas pelo terreno. Assim, pode-se fazer a correção ideal para o plantio.

Antes de tudo, alguns métodos de preparo do solo podem ser aplicados para melhorar a produtividade da cana-de-açúcar.

Vejamos:

Convencional

Utilizam-se técnicas de aração, subsolagem e gradagem para a utilização de corretivos e a retirada de soqueiras.

Cultivo mínimo

Substitui-se o sistema convencional por um método concentrado na linha de plantio. Promove a diminuição do número de maquinários na lavoura e, como consequência, a economia de custos com combustível.

Plantio direto

Trabalha-se o solo somente onde as mudas serão plantadas, conservando restos de vegetais e palhadas na superfície do terreno. Esse sistema possibilita o enriquecimento da matéria orgânica do solo e a diminuição do uso de fertilizantes. e também evita a compactação, já que não há cultivo mecânico.

Decida a forma de adubação

Há duas opções, que serão praticadas conforme a prévia análise do solo:

Torta de filtro

É o resíduo originado da filtração do caldo produzido na moenda de filtro rotativo. Tem 70% de umidade e 1,2% a 1,8% de fósforo.

Vinhaça

É o resíduo derivado da destilação do caldo para o preparo de etanol. Pode ser usado como fertilizante e é rico em potássio.

Atente para o espaçamento

É preciso atenção sobre o modelo de plantio e o tipo de maquinário empregados para definir o espaçamento. Esse é um dado importante, pois tem relação direta com a temperatura, a luz e a água que influenciarão a lavoura. Em geral, recomenda-se o espaçamento simples, na distância de 1,10m e 1,50m entre as linhas de cultivo.

Aproveite a tecnologia

A agricultura digital é uma realidade que chegou para ficar. No cultivo de cana-de-açúcar, os equipamentos que realizam o levantamento de dados a respeito do solo, clima etc podem ser decisivos para uma safra de sucesso.

Por isso, não se deve ignorar os benefícios oferecidos pelas ferramentas de precisão, tais como o GPS, o Big Data, os satélites, os drones e os sensores.

Adquira produtos de qualidade

Investir em qualidade é um pressuposto importante para melhorar a produtividade da cana-de-açúcar. É interessant, pois, que se busque produtos de excelência que se adequem às demandas de sua lavoura.

Do mesmo modo, não deixe de considerar o conhecimento técnico do fornecedor e as orientações que ele possa fornecer.

Afinal de contas, tudo que agrega valor será determinante para o resultado positivo de sua produção de cana-de-açúcar!

Visite nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos as novidades!

Rodrigo Loncarovich é CEO da Agro Academy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *